Waheed Khan/Efe
Waheed Khan/Efe

Homem abre fogo contra multidão, mata 6 e fere 13 em comício no Paquistão

Atirador foi detido pela polícia, que acredita em crime motivado por vingança pessoal

Efe,

08 de outubro de 2012 | 04h36

ISLAMABAD - Seis pessoas que assistiam a um comício, perto de Khairpur, no sudeste do Paquistão, morreram após um homem abrir fogo contra a multidão, afirmou a polícia local, que acredita em crime de vingança pessoal.

A chacina ocorreu na noite de domingo, 7, quando Nafisa Shah, líder local, do Partido Popular do Paquistão (PPP), preparava-se para falar a simpatizantes na aldeia de Sadoro Janwari. "Três militantes, um simpatizante e dois jornalistas morreram. Outra 13 pessoas ficaram feridas pelos disparos de um homem que foi detido e identificado como Niaz Janwari", disse Assad Nabi, chefe da polícia.

Os repórteres mortos pertenciam ao canal "Dharti TV". Pelo menos um fotógrafo ficou ferido no incidente.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãomassacrechacinaatirador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.