Homem abre fogo contra pedestres em Moscou

Tropas de elite invadiram um apartamento num edifício de Moscou e mataram um homem que atirava contra pedestres a partir da varanda, informou a imprensa russa. Nenhum pedestre ficou ferido, mas o pistoleiro atingiu um policial na cabeça, durante a invasão do apartamento. As agências de notícias Interfax e ITAR-Tass informaram que o agente da polícia ficou gravemente ferido; a TV ORT garante que o policial morreu. Não foi possível entrar em contato imediato com a polícia para elucidar a informação. O pistoleiro foi identificado pela ORT como Pavel Grishutin, de 53 anos, motorista profissional que perdeu o emprego quando o estacionamento no qual trabalhava fechou. Ele ganhava dinheiro utilizando seu carro como táxi.

Agencia Estado,

20 Dezembro 2002 | 15h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.