Homem armado é preso no metrô de Washington

Um homem armado com uma pistola e uma faca foi preso em Temple Hills, subúrbio de Washington, depois de vaporizar uma substância desconhecida dentro da estação de metrô Southern Avenue. A estação foi fechada e 35 pessoas ficaram isoladas no local depois de relatarem sintomas como náusea, dor de cabeça e garganta seca. O chefe de polícia do Condado de Prince George, John Farrell, disse que "nesta altura, parece ser um incidente isolado" e que testes feitos no local "não indicam que este seja um agente biológico". O secretário de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, Tommy Thompson, afirmou que a substância liberada está sendo analisada, mas que "parece tratar-se de perfume". Policiais disseram que os sintomas das 35 pessoas isoladas na estação do metrô são consistentes com o gás de pimenta usado pelos agentes de segurança para deter o suspeito. Segundo o porta-voz da Autoridade do Metrô, Ray Feldmann, o incidente aconteceu às 11h15 locais (12h15 de Brasília), quando o suspeito teve uma discussão com um funcionário sobre o pagamento de sua passagem. Em seguida, o homem entrou em um trem e, quando os seguranças pediram que se identificasse, ele passou a vaporizar o local com uma garrafa plástica com sifão. Feldmann disse que o suspeito disse alguma coisa em uma língua desconhecida. Quando os policiais tentaram prendê-lo, ele sacou uma pistola e deu um tiro, que não feriu ninguém. Leia o especial

Agencia Estado,

09 Outubro 2001 | 16h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.