Homem armado invade jornal francês 'Libération'e fere fotógrafo

Vítima foi transferida para hospital de Paris e seu estado é grave

O Estado de S. Paulo,

18 de novembro de 2013 | 10h40

PARIS - Um homem armado abriu fogo na sede do jornal de esquerda Libération em Paris nesta segunda-feira, 18. Ao menos uma pessoa ficou gravemente ferida. Segundo a polícia, o suspeito fugiu. "Ele entrou, atirou duas vezes, e saiu", disse o gerente editorial Fabrice Rousselot à BFM TV.

A vítima foi identificada como um fotógrafo que trabalhava para a revista mensal "Next", elaborada por esse jornal, e teria sido ferido no tórax. Posteriormente, o mesmo foi transferido para um hospital das imediações.

O jornal  chegou a receber ameaças no passado, mas, segundo seu representante, não tinha razões particulares para tomar medidas especiais de segurança.

A polícia parisiense, que fechou a rua e as entrada das instalações do jornal, já abriu uma investigação para apurar o ocorrido.

Na manhã da última sexta-feira, um homem armado invadiu as instalações da emissora "BFM TV" em Paris e chegou a ameaçar os jornalistas antes de fugir. No entanto, segundo a imprensa francesa, ainda não é possível estabelecer um vínculo entre ambos os casos. / EFE

 

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    FrançaLibérationataque

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.