Homem ataca crianças a facadas em escola na China

Em mais um caso de violência contra estudantes na China, um homem invadiu uma escola primária em Panshi, no norte do país, e atacou com uma faca crianças de entre cinco e seis anos de idade, antes de cortar o próprio pescoço. O homem, cujo nome não foi revelado, feriu cinco meninos e sete meninas. Após atingir as crianças, o homem cortou o próprio pescoço, mas os professores da escola conseguiram levá-lo a um hospital da cidade. Quatro crianças sofreram ferimentos profundos na cabeça, nas costas e nos braços. Embora estejam em estado grave, o quadro delas é estável. Segundo a agência de notícias Nova China, o homem tem doença mental e já havia atacado outras pessoas com uma arma branca há mais de dez anos. A polícia não pôde determinar, no entanto, se o ataque está relacionado à doença. Esta agressão é a mais recente de uma série que surpreendeu a China nos últimos meses e cujo penúltimo episódio ocorreu no dia 26 de novembro, quando um homem matou oito adolescentes e feriu outros quatro em um Instituto Secundário da província de Henan (centro da China).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.