REUTERS/Arnd Wiegmann
REUTERS/Arnd Wiegmann

Homem ataca trem na Suíça e fere seis pessoas

Suíço estava armado com pelo menos uma faca e produtos inflamáveis, segundo a polícia; autoridades descartam, por enquanto, ação terrorista

O Estado de S. Paulo

13 Agosto 2016 | 17h13

ZURIQUE - Um homem armado com uma faca e produtos inflamáveis feriu seis pessoas em um ataque a um trem na Suíça neste sábado, 13, disseram autoridades. O suíço, de 27 anos, ateou fogo a um vagão e esfaqueou vários passageiros. Até esta noite, a hipótese de terrorismo estava descartada. 

O trem circulava pelo leste do país, ao longo da fronteira com Liechtenstein, detalhou a polícia regional de St. Gallen em um comunicado. "O líquido pegou fogo rapidamente. O homem também estava armado com pelo menos uma faca", acrescentou a polícia. 

O autor do ataque também ficou ferido e foi detido. As autoridades afirmaram que o ataque provavelmente não teve motivação terrorista e poderia se tratar de um ato passional. A ação foi registrada às 14h20 (09h20 no horário de Brasília) perto da estação de Salez. O trem estava em movimento entre Buchs e Sennwald e o Ministério Público de St. Gallen já abriu uma investigação criminal para esclarecer o caso.

Além de um menino de seis anos, entre os feridos há dois homens, de 17 e 50 anos, e três mulheres, de 17, 34 e 43 anos, disse a polícia, acrescentando que no momento do ataque dezenas de pessoas estavam no trem.

Um grande dispositivo de segurança, com policiais, bombeiros, ambulâncias e helicópteros de resgate se dirigiu ao local do incidente.

A polícia informou que o trem sofreu danos no valor de 100 mil francos suíços (92 mil euros, US$ 103 mil). /AFP e REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Suíça Trem

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.