Homem ateia fogo ao próprio corpo no Senegal

Testemunhas disseram que um homem ateou fogo ao próprio corpo em frente ao palácio presidencial em Dacar, capital do Senegal. O homem se aproximou do palácio com uma lata de tíner, jogou o conteúdo sobre o corpo e se incendiou. As razões que o levaram a tomar tal atitude não estão claras, embora a ação lembre medidas semelhantes tomadas por manifestantes na Tunísia, Egito, Argélia e Mauritânia.

AE, Agência Estado

18 de fevereiro de 2011 | 12h35

O Senegal é um país moderado, de maioria muçulmana, com uma da democracias mais estabilizadas na África Ocidental. Mas o país sofre os piores cortes de fornecimento de energia elétrica em décadas e o custo de vida continua a subir. Há também um crescente descontentamento com a intenção do octogenário presidente Abdoulaye Wade de tentar um terceiro mandato. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Senegalautoimolaçãoprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.