Homem-bomba ataca policiais e mata dez no Iêmen

Um homem-bomba detonou seus explosivos contra cadetes da polícia do Iêmen, nesta quarta-feira, no momento em que eles deixavam a academia, matando ao menos dez pessoas, disse um oficial de segurança, acrescentando que muitos se feriram, alguns em estado grave. Até o momento, ninguém assumiu a responsabilidade pelo atentado, mas um braço da Al-Qaeda no país com frequência ataca forças de segurança.

AE, Agência Estado

11 de julho de 2012 | 12h38

Doze suspeitos foram presos em conexão com o atentado desta quarta-feira, de acordo com funcionários de segurança. Eles disseram que o homem-bomba era da província de Amran, cerca de 70 quilômetros ao noroeste da capital Sanaa, sem dar mais detalhes.

A capital está em alerta máximo após o ataque, com forças de segurança montando postos de controle pela cidade e realizando buscas em carros. A segurança também foi reforçada em torno das embaixadas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iêmenatentadohomem-bombapoliciais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.