Homem-bomba mata 11 pessoas no sul do Afeganistão

A explosão de um homem-bomba hoje matou pelo menos 11 pessoas na entrada do quartel da polícia na cidade de Lashkar Gah, no sul do Afeganistão. O ataque foi o mais recente numa série de atentados que vêm ocorrendo no sul do país nas últimas semanas, o que inclui o assassinato de autoridades de alto nível do governo nos arredores de Kandahar, além de uma ação coordenada contra os prédios do governo na província de Uruzgan, que matou 19 pessoas na semana passada.

AE, Agência Estado

31 de julho de 2011 | 11h30

O ataque que ocorreu na manhã de hoje deixou pelo menos 12 pessoas feridas, de acordo com o porta-voz da província de Helmand, Daoud Ahmadi. Ele disse que, entre os mortos, estão dez policiais e uma criança. Ahmadi afirmou que, aparentemente, o suicida dirigia um carro entre dois veículos da polícia na entrada, quando acionou o detonador da bomba.

O porta-voz do Talibã Qari Yousef Ahmadi reivindicou a responsabilidade pelo ataque. O fato ocorreu menos de duas semanas depois que a província de Lashkar Gah passou a ser formalmente controlada pelo Afeganistão, no primeiro passo do plano para remover as forças de segurança estrangeiras até 2014. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.