Homem-bomba mata 18 pessoas e fere 17 no Afeganistão

Um homem-bomba suicidou-se nesta terça-feira em frente ao gabinete do governador da província de Helmand, no sul do Afeganistão, provocando a morte de 18 pessoas e ferindo outras 17, informou a polícia local.Segundo o diretor do Hospital Geral de Lashkar Gah, Rahmatullah Mohamedi, nove civis e nove soldados, além do militante suicida, perderam a vida no ataque. O governador da província, Mohammed Daoud Safi, estava no gabinete no momento do atentado, mas escapou ileso, disse Gulan Muhiddin, porta-voz do governo de Helmand.Estre os civis mortos e feridos estavam diversas pessoas que preparavam-se para partir em peregrinação a Meca, na Arábia Saudita, por ocasião do mês sagrado do Ramadã.O ataque ocorreu em Lashkar Gah, capital de Helmand. A principal mesquita da cidade fica em frente à sede do governo local.O militante suicida detonou os explosivos atados a seu corpo pouco depois de ser parado por soldados afegãos no portão do palácio do governo local, disse Muhiddin.Num telefonema à Associated Press, Qari Yousaf Ahmadi, que se identifica como porta-voz da milícia fundamentalista islâmica Taleban em contatos com a imprensa, reivindicou o atentado em nome do grupo.Apesar de Muhiddin ter dito acreditar que "civis inocentes e soldados afegãos" eram os alvos do ataque, a explosão parecia ser mais um atentado contra um destacado simpatizante do governo do presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, apoiado pelos Estados Unidos.Rebeldes afegãos têm promovido cada vez mais ataques contra autoridades do país. No último dia 10, o governador de Paktia, amigo pessoal de Karzai, foi morto num ataque extremista.Italiano mortoEnquanto isso, um ataque à bomba contra uma patrulha da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) provocou a morte de uma criança e de um soldado italiano na zona sul da capital afegã, Cabul.Sete pessoas ficaram feridas, entre elas cinco civis e dois soldados estrangeiros. O explosivo foi colocado embaixo de uma ponte e detonado quando um comboio militar passava pelo local, informou Ali Shah Paktiawal, diretor da polícia de Cabul. Os civis estavam em um veículo que seguia atrás do comboio.Ainda nesta terça-feira, as forças estrangeiras no Afeganistão anunciaram que Dan McNeil, um general americano de quatro estrelas, provavelmente assumirá em fevereiro o comando conjunto das tropas dos EUA e da Otan em solo afegão. A indicação de McNeil ainda precisa ser aprovada pelo Senado americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.