Homem-bomba mata 20 pessoas no Iraque

Um homem-bomba matou 20 pessoas e feriu dezenas neste sábado em um comício na cidade iraquiana de Baquba. Os explosivos foram detonados no momento em que Muthana al-Jourani, candidato sunita ao conselho provincial, oferecia um almoço aos apoiadores que participavam do evento, em uma tenda armada do lado da sua casa, afirmou o membro do conselho Sadiq al-Huseini.

Agência Estado

06 de abril de 2013 | 15h25

Um policial, que não quis se identificar por não estar autorizado a falar com a imprensa, afirmou que o candidato, ferido no ataque, não havia solicitado qualquer segurança extra para o evento. Ahmad al-Hadlouj, de 34 anos, que também ficou ferido na explosão, disse que centenas de pessoas haviam se reunido na rua para o comício. O seu pai, membro do bloco político do candidato, também se feriu. "Este é o nosso sangue (derrubado) pela população", disse al-Hadlouj. "Ainda participaremos das eleições."

Não houve reivindicação imediata de responsabilidade, mas, segundo o policial, o ataque tem a marca dos militantes da Al-Qaeda, que usam homens-bomba, carros-bomba e ataques coordenados no Iraque, com o objetivo de minar a confiança no governo liderado por xiitas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueviolênciahomem-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.