Homem-bomba mata 53 peregrinos e policiais em celebração xiita em Basra

Um homem-bomba disfarçado de policial matou ontem 53 pessoas e deixou outros 100 feridos em um ataque contra peregrinos xiitas em um posto de controle na cidade de Basra, no sul Iraque, informou a polícia.

O Estado de S.Paulo

15 de janeiro de 2012 | 03h07

O ataque ocorreu ao final do Arbain, um dos principais rituais do calendário xiita, no momento em que o governo do primeiro-ministro xiita Nuri al-Malik enfrenta uma crise política que ameaça conduzir o país novamente a um período de violência sectária. "Um terrorista vestido com uniforme de polícia e identidade falsa chegou ao posto e se explodiu entre policiais e peregrinos", disse um policial. Os peregrinos estavam a caminho de uma mesquita xiita importante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.