Google Street View
Google Street View

Homem condenado em processo contra máfia mantém reféns em agência dos correios na Itália

De acordo com as primeiras informações, Francesco Amato teria obrigado todos os clientes deixarem o local, mas acabou mantendo cinco funcionários no interior do prédio

O Estado de S.Paulo

05 Novembro 2018 | 08h51
Atualizado 05 Novembro 2018 | 12h51

ROMA - Um homem condenado em um processo contra a máfia e que era considerado foragido pela Justiça da Itália invadiu uma agência dos correios na cidade de Pieve Modolena, na Província de Reggio Emilia, armado com uma faca e mantém pessoas reféns no local, segundo a agência Ansa.

De acordo com informações preliminares, o homem teria obrigado todos os clientes deixarem a agência, mas acabou mantendo cinco funcionários no interior do prédio, entre eles a diretora da filial.  

O agressor foi identificado como Francesco Amato, um dos 125 condenados recentemente no processo "Ndrangheta Aemilia", o maior julgamento em torno das áreas de atuação da máfia calabresa em regiões do norte da Itália. Ele foi condenado a 19 anos de prisão, mas desde que sua pena foi ditada, estava foragido.

As forças de segurança que foram encaminhadas ao local fecharam a rua, esvaziaram as imediações e, neste momento, negociam com o agressor. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Itália [Europa]máfia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.