Homem detona granada em loja de Moscou

Um homem morreu ontem depois de detonar a granada de mão que carregava em uma loja do noroeste de Moscou. A informação foi noticiada pela agência Interfax. Não está claro se o homem, cuja identidade não foi revelada pelas autoridades, teria acidentalmente acionado o explosivo ou mesmo se ele tinha por objetivo realizar um atentado naquele momento. Nenhuma outra pessoa ficou ferida na explosão. Autoridades russas subiram o grau de alerta nos últimos meses depois que, em janeiro, um militante separatista detonou explosivos em um aeroporto de Moscou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.