AFP PHOTO
AFP PHOTO

Homem diz que reconheceu filha em vídeo de meninas sequestradas pelo Boko Haram na Nigéria

Kanu Yakubu garante que uma das jovens que aparece na gravação é sua filha Maida

O Estado de S.Paulo

15 Agosto 2016 | 11h05

ABUJA - Um homem alega que reconheceu sua filha no vídeo publicado no domingo pelo grupo extremista Boko Haram. As imagens mostram supostamente as jovens sequestradas há mais de dois anos em Chibok. Espera-se que muitas outras meninas que aparecem na gravação sejam identificadas.

Kanu Yakubu está certo de que a adolescente que descreve com voz entrecortada, em meio a lágrimas dos bombardeios do Exército nigeriano, é sua filha Maida.

"Quando escutei a voz, me dei conta que era minha filha", declarou em coletiva de imprensa na capital nigeriana organizada pelo movimento "Bring back our girls" ("Tragam de volta nossas meninas").

Durante o dia, membros da organização informaram que ao menos uma adolescente pôde ser identificada. "Estamos seguros de que são as meninas de Chibok", disse uma fonte, que ainda informou que haviam reconhecido 10, mas que esperavam a confirmação do governo nigeriano e dos pais antes de divulgar os nomes.

O sequestro de 276 adolescentes de Chibok em abril de 2014 provocou uma onda de indignação e concentrou a atenção mundial na insurreição do grupo Boko Haram, que deixou ao menos 20 mil mortos desde 2009.

Nas horas que seguiram o enorme sequestro em 2014, dezenas de meninas conseguiram escapar. Das 219 restantes, apenas uma, Amina Ali, foi encontrada em maio perto do bosque de Sambisa, onde o Boko Haram se esconde. / AFP

Veja abaixo: Boko Haram divulga vídeo com reféns

Mais conteúdo sobre:
NigériaBoko HaramViolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.