"Homem do sapato-bomba" é condenado à prisão perpétua

Richard Reid, acusado de ser o "homem do sapato-bomba", foi condenado nesta quinta-feira à prisão perpétua por tentar explodir um avião com materiais escondidos em seu sapato. Reid, um cidadão britânico de 29 anos, admitiu sua culpa no ano passado. Ele foi contido quando tentava detonar os explosivos em um avião da American Airlines com 197 pessoas a bordo no fim de 2001.O vôo de Paris a Miami foi desviado para Boston. De acordo com a promotoria, ele carregava explosivos plásticos suficientes para abrir um rombo na fuselagem da aeronave e matar todos a bordo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.