Homem é acusado de assassinar 10 pessoas na China

Suspeito, identificado como Zhou Yuxin, é acusado de ter assassinado sua esposa, seu filho, seu pai e três membros da família de seu caseiro e quatro funcionários; motivio seria por 'relações extramatrimoniais'

Efe,

15 de abril de 2011 | 03h59

PEQUIM - Um homem de 33 anos, dono de uma casa de banhos e de um lava a jato no nordeste da China, é suspeito de ter assassinado dez pessoas, entre elas parentes seus e funcionários de seus estabelecimentos, informou nesta sexta-feira, 15, a agência oficial Xinhua.

 

O suspeito, identificado como Zhou Yuxin, ainda não foi encontrado pelas autoridades e é acusado de ter assassinado sua esposa, seu filho, seu pai, três membros da família de seu caseiro e quatro de seus funcionários.

 

A polícia investiga os homicídios, que segundo os primeiros indícios podem ter sido motivados por "relações extramatrimoniais", sem fornecer mais detalhes.

 

Os assassinatos ocorreram na pequena localidade de Ertaizi, nos arredores de Anshan, cidade da província de Liaoning.

 

O massacre pode ter sido produzido entre a noite de quarta-feira e a manhã de quinta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.