Homem é acusado de matar juiz em Chicago

O suspeito já tinha sido condenado por roubo a mão armada

O Estado de S.Paulo

13 Abril 2017 | 00h01

CHICAGO - Um homem, identificado como Joshua Smith, 37 anos, foi acusado nesta quarta-feira, 12, pelo assassinato do juiz Raymond Myles, 66 anos, do Condado de Cook. O motivo teria sido tentativa de roubo. Myles foi morto a tiros do lado de fora de sua casa em Chicago depois que uma mulher que ele conhecia também foi ferida por disparos de arma de fogo. A polícia não divulgou o nome da mulher, de 52 anos, pois ela é uma testemunha do assassinato.

O porta-voz da polícia, Anthony Guglielmi, disse anteriormente que os investigadores estavam "questionando pessoas de interesse" no caso. Ele se recusou a especificar quantas.

A chefe de detetives, Melissa Staples, disse que Joshua não agiu sozinho e que a investigação continua. Ela informou que a arma do crime é a mesma utilizada em um assalto em janeiro que deixou uma pessoa ferida.

“As câmeras dentro e fora da casa do juiz foram fundamentais para que os detetives começassem no caso”, disse Staples. As imagens da casa e da vizinhança ajudaram os policiais a identificarem o carro utilizado pelo suspeito. Quando a polícia encontrou o veículo, a placa era diferente da que mostrava no vídeo. Staples acredita que o dono do carro não tem ligação com o crime. A polícia disse que Myles trocou palavras com o atirador antes de ser atingido.

Smith foi condenado a seis anos de prisão por roubo a mão armada em 2003, segundo as autoridades. O Chicago Sun-Times, citando registros judiciais, relatou que acusado apareceu antes de Myles chegar ao tribunal, em 2001, acusado de não ter um título para um veículo e o caso foi dispensado.

O FBI está trabalhando com a polícia de Chicago na investigação e oferece U$$ 25 mil como recompensa por mais informações do caso. /Associated Press

Mais conteúdo sobre:
CHICAGOAssociated PressFBI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.