Isabel Infantes/AFP
Isabel Infantes/AFP

Homem é esfaqueado em mesquita de Londres; polícia prende suspeito

A mesquita está localizada perto do Regent's Park, no centro da capital britânica. A vítima não corre risco de morte

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2020 | 16h37

LONDRES - Um homem foi esfaqueado nesta quinta-feira, 20, na mesquita central de Londres e um suspeito foi preso, informou a polícia britânica. "Um homem foi preso no local, suspeito de tentativa de assassinato", disse a polícia, que apenas indicou que o ferido é um idoso.

A mesquita está localizada perto do Regent's Park, no centro da capital britânica. A vítima não corre risco de morte, informou a polícia em sua conta no Twitter. Agentes foram notificados às 15h10 (12h10 de Brasília) sobre o incidente. 

A polícia não disse se o ataque era de natureza terrorista, limitando-se a afirmar que "a investigação continua".

Um internauta postou fotos no Twitter, mostrando um homem com um suéter com capuz vermelho deitado no chão sendo

contido pela polícia.

Ele explicou que a vítima era o muezim - o religioso responsável por chamar os fiéis para a oração.

"Um terrorista branco racista entrou correndo na mesquita de Regent's Park durante a oração de Asr (oração da tarde) hoje e esfaqueou o muezim no pescoço", relatou o homem, que se apresenta sob o nome de Murshid. "É absolutamente terrível. Nenhum muçulmano está seguro em seu local de culto!", acrescentou.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, tuitou que ficou "muito triste" com o ataque.  "É espantoso que isso possa acontecer, especialmente em um local de oração. Todos meus pensamentos estão com a vítima e os afetados". /AFP 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.