Homem é julgado inocente e sai do corredor da morte

Um homem que passou cinco anos no corredor da morte foi considerado inocente, durante um novo julgamento, e colocado em liberdade. Gary Wayne Drinkard, 45, foi libertado na última Sexta-feira depois que o júri do Condado de Morgan o considerou inocente pelo assassinato e roubo do empresário Dalton Pace, morto em sua casa em 18 de agosto de 1993.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.