Homem envolvido com massacre de Columbine está livre

Um homem considerado culpado por ajudar dois adolescentes a comprarem uma das pistolas usadas em 1999 para perpetrar o massacre da escola secundária Columbine está em liberdade condicional. Philip Duran foi libertado ontem depois de cumprir 75% de sua pena, prazo mínimo para obter esse benefício, de acordo com a lei estadual do Colorado, disse Alison Morgan, porta-voz do Departamento Correcional.De acordo com ela, Duran terá de encontrar-se semanalmente com o supervisor de sua liberdade condicional. Ele também terá de procurar emprego e morar em uma casa aprovada pelas autoridades. Duran, de 26 anos, trabalhou com Eric Harris e Dylan Klebold em uma pizzaria e os apresentou a um homem que vendeu a eles uma pistola semiautomática TEC-DC9.A arma foi utilizada na chacina de 20 de abril de 1999, quando os adolescentes mataram um professor e 12 estudantes, antes de se suicidarem. Outras 23 pessoas ficaram feridas no ataque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.