Homem faz 20 reféns em instituto de ensino da França

Um homem armado tomou como reféns 18 alunos, um professor e uma vigilante, nesta quinta-feira, em um estabelecimento de ensino na localidade de Sablé-sur-Sarthe, no noroeste da França, informou a Prefeitura de Le Mans. O seqüestro começou por volta das 15h (11h de Brasília) desta quinta-feira. O homem, de 33 anos e que aparentemente tem "problemas psicológicos", está armado com uma pistola e quer divulgar à imprensa seus problemas por falta de trabalho, segundo as fontes locais. A Prefeitura acrescentou que o seqüestrador, a quem as autoridades tentam convencer a desistir da atitude, trabalhou no instituto por dois anos. O seqüestrador dava aulas de Manutenção e Tecnologia no instituto Colbert de Torcy, em torno do qual foi estabelecido um perímetro de segurança, e de onde foram retirados todos os outros alunos. Um grupo de policiais, um procurador e o delegado de Sarthe tentam negociar com o professor. No instituto estudam alunos de 14 a 18 anos. Segundo a emissora France-Info, o ex-professor pediu para falar com o ex-ministro da Educação e prefeito da localidade, o conservador François Fillon.

Agencia Estado,

09 Março 2006 | 13h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.