Homem invade quartel mata dez pessoas nas Filipinas

Nove militares e um civil morreram quando uma pessoa, aparentemente transtornada, sacou uma arma dentro de um quartel no sul das Filipinas e começou a disparar contra todos, informaram neste domingo, 8,informou fontes oficiais."O suspeito abriu fogo indiscriminado contra os soldados que estavam a sua frente, antes que pudesse ser neutralizado pelas tropas, que se encontravam dormindo", disse um porta-voz militar na cidade de Zamboanga, cerca de 890 quilômetros ao sul de Manila.O crime ocorreu no sábado de madrugada no quartel usado pelo 35º Batalhão de Infantaria no povoado de Pairam, na ilha de Jolo, cerca de 980 quilômetros ao sul de Manila.As autoridades militares da região, que abriram uma investigação, não revelaram a identidade do criminoso.Jolo era um lugar conhecido no passado por seus "guerreiros" que, ao estilo suicida, protagonizavam ataques contra os corpos de segurança.Forças combinadas do Exército e da Polícia iniciaram em 1º de agosto de 2006 uma operação em Jolo para controlar os remanescentes da cúpula do grupo islâmico Abu Sayyaf e capturar dois conhecidos terroristas indonésios chamados Dulmatin e Umar Patek, que entraram nas Filipinas há quatro anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.