Kim Kyung-Hoon
Kim Kyung-Hoon

Homem joga carro contra multidão e deixa pelo menos 6 mortos na China

Embora a China sempre tente manter sua imagem como um país seguro, os ataques em locais públicos são bastante comuns

EFE, O Estado de S.Paulo

22 de março de 2019 | 02h06

XANGAI - Pelo menos seis pessoas morreram depois que um homem jogou seu veículo contra a multidão na cidade de Zaoyang, China, antes de ser abatido a tiros pela polícia, informou nesta sexta-feira, 22, a imprensa local.

Outras sete pessoas ficaram feridas no incidente que aconteceu por volta das 6h (horário local, 19h de Brasília, de quinta-feira), do que ainda não se conhecem mais dados.

"Esforços de resgate estão sendo feitos e a polícia está investigando o assunto", publicou o jornal oficial Diário do Povo.

De acordo com o jornal independente South China Morning Post, a polícia recebeu ligações onde alertavam sobre um motorista que estava atropelando as pessoas na rua e, após uma intervenção, acabou matando o homem a tiros, aumentando para sete os mortos no incidente.

Um vídeo publicado pelo site de notícias Thepaper.cn mostra várias pessoas deitadas no chão enquanto que uma ambulância chega ao local.

Embora a China sempre tente manter sua imagem como um país seguro, os ataques em locais públicos são bastante comuns, assim como nas escolas. Em dezembro do ano passado, um homem foi condenado à morte por ter atropelado, três meses antes, várias pessoas na cidade de Henyang, deixando 15 mortos e 43 feridos.

Já em outubro também de 2018, uma mulher de 39 anos feriu com uma faca de cozinha 14 crianças em uma creche na cidade de Chongqing, no oeste do país.

Tudo o que sabemos sobre:
China [Ásia]atropelamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.