Homem mata três engenheiros chineses no Paquistão

Um motoqueiro armado matou três engenheiros chineses e o motorista paquistanês que os levava nesta quarta-feira, em Hub, uma região remota no sudoeste do Paquistão.O ministro do exterior paquistanês condenou o ataque e prometeu aumentar a segurança dos trabalhadores chineses ´para prevenir atos covardes como este no futuro´. Segundo ele, ´o governo paquistanês está determinado a não deixar esses terroristas alcançarem seu maior objetivo, que é criar um precipício entre o Paquistão e a China´.Logo após o ataque, o grupo tribal Exército pela Libertação do Baluchistão se responsabilizou pelo tiroteio. O grupo disse que luta pelo direito do povo do Baluchistão, que afirma ter sua terra explorada pelo governo. ´Nós matamos aqueles chineses e seu motorista paquistanês´, afirmou, por telefone o porta-voz do grupo, Mirak Baluch.O pouco populoso Baluchistão foi destruído por tiros, pequenos bombardeios e ataques de mísseis nos últimos anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.