REUTERS/Ivan Alvarado
REUTERS/Ivan Alvarado

Homem morre na Argentina ao deixar prédio em razão do terremoto no Chile

Durante a operação de retirada das pessoas do edifício, homem caiu pelas escadas; países vizinhos ao Chile sentiram tremores 

O Estado de S. Paulo

18 Setembro 2015 | 11h54

BUENOS AIRES - Um homem morreu na região metropolitana de Buenos Aires, Argentina, quando saia de um edifício como medida de precaução após o terremoto de 8,3 graus ocorrido no Chile, informaram fontes oficiais.

Gustavo Bustamante, de 50 anos, perdeu o equilíbrio e caiu pelas escadas durante a operação de retirada dos moradores do edifício, que vibrava em uma reverberação do tremor no país vizinho, segundo fontes policiais. O homem sofria de uma leve incapacidade para caminhar em razão de uma antiga operação em um joelho.

O terremoto, ocorrido às 19h54 de quarta-feira com epicentro na região chilena de Coquimbo, a cerca de 290 quilômetros de Santiago, deixou pelo menos 12 mortos no país.

Devido a sua magnitude, o tremor foi sentido em boa parte do território argentino, especialmente nas províncias fronteiriças de Mendoza, San Juan, La Rioja, Catamarca e San Luis.

Na capital argentina várias pessoas foram retiradas dos prédios devido à vibração dos imóveis. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.