Homem preso com faca em Buckingham queria ver a rainha

O homem armado com uma faca com lâmina de 15 centímetros que ontem tentou entrar o Palácio de Buckingham que ver a rainha Elizabeth II, afirmou nesta terça-feira a promotoria pública britânica.

AE, Agência Estado

15 de outubro de 2013 | 17h09

Perante um juiz, David Belmar, de 44 anos, declarou-se culpado de invasão de local protegido e porte de arma branca. Ele disse que queria ver a rainha e não estava nada feliz com sua política de benefício de bem-estar social.

Belmar tem histórico de transtorno mental. Em 1989, ele recebeu uma advertência da polícia por acender fogos de artifício e atirá-los em direção ao terreno do palácio.

O promotor de justiça, Edward Aydin, disse que o homem tem fixação pela rainha e toma medicamentos para controlar sua saúde mental. "Ele é um perigo para o público, carregando uma faca no centro de Londres", afirmou.

A defesa negou a suposta fixação. O advogado justificou dizendo que a faca estava embalada em um saco plástico dentro da jaqueta de Belmar e jamais foi sacada.

O réu será mantido sob custódia até o fim do julgamento. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoBuckinghamfaca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.