Homem que atirou em soldado no Parlamento é identificado

Um oficial canadense identificou o atirador responsável pelos tiroteios que paralisaram o Parlamento do Canadá nesta quarta-feira como Michael Zehaf-Bibeau. O funcionário falou sob condição de anonimato porque não estava autorizado a comentar o assunto publicamente.

Estadão Conteúdo

22 de outubro de 2014 | 21h21

Autoridades e testemunhas disseram que um homem com um lenço sobre o rosto atirou e matou um soldado canadense no memorial de guerra do país e em seguida, dirigiu-se para o Parlamento, onde ele foi morto a tiros pela segurança.

Duas outras pessoas ficaram feridas, mas estão em condições estáveis, de acordo com funcionários do hospital onde estão internados.

O tiroteio em Ottawa aconteceu dois dias após um suposto atentado terrorista em Quebec, onde um canadense recém-convertido ao Islã atropelou dois soldados. Um deles morreu na terça-feira e o outro ficou ferido e ainda está no hospital. Apesar disso, o governo canadense afirma não ter evidências de que o incidente no Parlamento está relacionado a radicais islâmicos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
CANADÁTIROTEIOATIRADOR IDENTIFICADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.