Homem que atirou sapatos em Bush é preso no Iraque

O repórter iraquiano detido por ter atirado seus sapatos no ex-presidente George W. Bush, retornou ao país para sua primeira visita pública, mas foi detido para interrogatório hoje pelo Exército iraquiano. Muntadhar al-Zeidi tornou-se uma celebridade no mundo árabe depois de ter atirado seus sapatos contra Bush, durante uma conversa com jornalistas em dezembro de 2008, e de chamá-lo de cachorro.

AE, Agência Estado

24 de fevereiro de 2011 | 19h35

Depois de ter sido libertado de uma prisão iraquiana em 2009, no final de sua sentença de nove meses, ele deixou o país e não havia feito nenhuma aparição pública em seu país natal.

Um dos irmãos de al-Zeidi disse que ele voltou ao país na última terça-feira para se unir aos protestos contra o governo marcados para amanhã.

Autoridades iraquianas estão em alerta por causa dos protestos, que receberam o nome de "dia da ira". Os iraquianos têm realizado pequenos protestos em todo o país para exigir melhores serviços, melhor assistência para as viúvas e órfãos e maior proteção aos direitos humanos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueEUABushsapatojornalista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.