Homem que explodiu bomba em mcdonald's foge da prisão

No ataque, cidadão indonésio acabou matando três pessoas

Ansa,

07 de janeiro de 2008 | 16h32

Um extremista islâmico condenado a 19 anos de prisão por seu envolvimento na explosão de uma bomba, em 2002, em um restaurante da rede McDonald's em Makassar, Indonésia, fugiu da prisão na ilha de Sulawesi, informaram hoje as autoridades carcerárias locais.   Wirahadi, indonesiano de 25 anos, fugiu pulando um muro equipado com arame farpado na manhã deste domingo, 6, da prisão Gunung Sari em Makassar, no sul da província de Sulawesi, acompanhado de outro prisioneiro durante a hora dedicada às visitas.   No ataque ao restaurante da rede de fast food, três pessoas acabaram mortas.   O outro prisioneiro fugitivo, Marcus Valyhuwae, estava condenado a uma pena de 15 anos por homicídio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.