Homem que invadiu Casa Branca alega ser inocente

Omar J. Gonzalez, acusado de pular uma cerca na Casa Branca, alegou ser inocente nesta quarta-feira, ao ser acusado de invadir a residência do presidente dos EUA carregando uma faca.

Estadão Conteúdo

01 de outubro de 2014 | 18h54

A juíza Deborah Robinson quer que Gonzales passe por uma avaliação forense para determinar se ele é capaz de enfrentar um julgamento. O advogado do réu, David Bos, se opôs ao pedido, afirmando que ele não quer fornecer uma extensiva série de informações de seu cliente ao governo americano. Ele afirmou que Gonzales é capaz de encarar um julgamento.

Um júri federal de três pessoas acusou Gonzalez na terça-feira de entrar ilegalmente em um prédio restrito enquanto carregava uma arma mortal, uma acusação de nível federal. Ele também foi indiciado pelo incidente em 19 de setembro por duas violações da lei do distrito de Columbia: carregar uma arma perigosa fora de casa e posse ilegal de munição. Após a prisão de Gonzalez, investigadores encontraram mais de 800 munições, um facão e dois machados em seu carro. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAINVASÃO CASA BRANCA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.