Doug MIlls / The New York Times
Doug MIlls / The New York Times

Homem que planejou matar Barack Obama pega 3 anos de prisão 

Alex Hernandez, hoje com 32 anos, chamou a atenção em 2015 quando estava em uma prisão de Bridgewater, em Massachusetts, e fez referência ao seu plano de atentar contra o então presidente americano

O Estado de S.Paulo

27 Julho 2017 | 16h30

NOVA YORK - Um detido que manifestou sua simpatia ao "califado" proclamado pelo grupo Estado Islâmico (EI) e planejou o homicídio de Barack Obama quando era presidente foi condenado a 37 meses de prisão por um tribunal federal de Boston.

Alex Hernandez, hoje com 32 anos, chamou a atenção em 2015 quando estava em uma prisão de Bridgewater, em Massachusetts, e fez referência ao seu plano de atentar contra o então presidente americano, indicou o gabinete do procurador federal William D. Wienreb em comunicado.

Alertadas, as autoridades lhe enviaram um agente que se fez passar por um contato possível de lhe entregar documentos falsos, pois esperava deixar o país após cometer o crime.

Durante várias reuniões com esse agente, em dezembro de 2015 e fevereiro de 2016, Alex Hernandez explicou que queria atacar a Casa Branca. Convertido ao Islã, explicou que queria atingir o presidente porque era ele quem "dava as ordens".

Reprovava o governo americano por acusar de "maus" os seus "irmãos que lutavam para colocar em vigor as leis e as estruturas do califado no Oriente Médico", segundo os serviços do procurador federal. "Se atinge a cabeça, todo o resto cai", explicou ao agente.

Hernandez se declarou culpado e foi condenado na quarta-feira a uma pena de 37 meses de prisão e mais 3 anos em liberdade condicional, que cumprirá junto com uma pena de 5 a 8 anos de cadeia por ter armas e drogas ilegalmente, motivo pelo qual estava no Centro Penitenciário Souza-Baranowsk, em Lancaster, Massachusetts. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.