Homem que tentou matar Chirac condenado a 10 anos

A Justiça francesa condenou a 10 anos de cadeia um homem que tentou matar o presidente Jacques Chirac durante a festa da Queda da Bastilha, em 2002. O réu, Maxime Brunerie, de 27 anos, poderia ter sido condenado à prisão perpétua. Ele disse ter planejado o ataque porque queria entrar para a história fazendo algo "chocante".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.