Doug Mills/ The New York Times
Doug Mills/ The New York Times

Homem que tentou sequestrar cão de Obama é preso

Segundo relatório policial, no momento da prisão, o suspeito disse ser filho do ex-presidente americano John F. Kennedy e da atriz Marilyn Monroe

O Estado de S. Paulo

08 Janeiro 2016 | 18h21

WASHINGTON - Um homem da Dakota do Norte foi detido esta semana em Washington acusado de planejar o sequestro de Bo, um dos dois cachorros do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, informaram as autoridades nesta sexta-feira, 8. Segundo o relatório policial, no momento da prisão, o suspeito disse ser filho do ex-presidente americano John F. Kennedy e da atriz Marilyn Monroe.

O homem, identificado como Scott Stockert, viajou à capital do país para sequestrar o animal da raça cão d'água português e foi preso na quarta-feira depois que o Serviço Secreto encontrou armas e munição em sua caminhonete, segundo as autoridades. Stockert será levado à Justiça de Washington que decidirá as acusações formais que serão apresentadas contra ele, incluindo a de posse de armas não registradas.

As autoridades encontraram em seu carro uma escopeta, uma espingarda, centenas de cartuchos de munição para ambas as armas, um cassetete e um facão de 30 centímetros. De acordo com a polícia, as armas não estavam carregadas. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Barack Obama Bo cachorro Bo Casa Branca EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.