Homem seqüestra avião no Sudão, liberta reféns e se entrega

Um avião da companhia aérea sudanesa "Air West" com mais de cem pessoas a bordo foi seqüestrado nesta terça-feira em Cartum, capital do Sudão, por um homem armado e desviado para N´djamena, informaram fontes policiais sudanesas. O avião já aterrissou na capital do Chade, e todos os passageiros foram libertados.Segundo a rede de televisão "Al-Jazira", 116 pessoas viajavam na aeronave seqüestrada: 106 passageiros e dez tripulantes. Todos os passageiros estão a salvo. O seqüestrador, cuja identidade não foi divulgada, foi levado pela Polícia para ser interrogado, segundo informações de agências de notícias por telefone de N´djamena. O Boeing 737 fazia um vôo interno entre Cartum, a capital nacional, e Al-Fasher, a maior cidade da região de Darfur. Um único seqüestrador armado tomou o controle do avião com aaparente intenção de chamar a atenção internacional para osproblemas de Darfur, segundo as fontes policiais. O seqüestrador é originário de Darfur, região que há quatro anosvive um conflito que, segundo as agências humanitárias da ONU,deixou dezenas de milhares de mortos e provocou o deslocamento de 2milhões de pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.