Homem será julgado por abuso de filha na Alemanha

Um alemão de 48 anos, suspeito de ser o pai de pelo menos sete filhos de sua enteada, será julgado na próxima semana. Ele é acusado de ter abusado tanto da enteada quando de sua própria filha por mais de 20 anos e de tê-las forçado a se prostituírem.

AE, Agência Estado

10 de fevereiro de 2011 | 18h45

O homem, identificado apenas como Detlef S., de acordo com as leis de privacidade alemãs, é acusado de ter abusado sexualmente de menores, que estavam sob seus cuidados, entre 1987 e 2010 e de ter facilitado a realização de atos sexuais com menores, disse o porta-voz do tribunal de Koblenz, Alexander Walter. Outros dois homens, que também são acusados no mesmo processo, serão julgados separadamente, disse Walter. "Ele é acusado de grave abuso sexual de menores", afirmou.

Detlef S. está detido desde agosto, depois de sua filha ter procurado as autoridades, disse Walter. O caso foi divulgado pela primeira vez hoje por um jornal local. O porta-voz do tribunal disse que ele não foi tornado público antes numa tentativa de proteger as vítimas. Exames de DNA confirmaram que ele é o pai de sete dos filhos de sua enteada. Uma criança morreu antes que os testes pudessem ser realizados. "Não temos informações sobre como esta criança morreu", disse Walter. O porta-voz não deu detalhes sobre nenhuma das crianças ou outros aspectos da vida dos suspeito.

O jornal alemão Bild informou que Detlef S. era um motorista de caminhão que vivia com a família na pequena cidade de Fluterschen, perto de Bonn. De acordo com o diário, sua filha tem hoje 18 anos e sua enteada 28. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanhaabusofilhajulgamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.