Homem suspeito de derrubar prédio em Nova York morre

Nicholas Bartha, suspeito de provocar a explosão que derrubou o edifício no qual vivia em Nova York paraevitar que sua ex-mulher se beneficiasse com a venda do prédio, morreu no sábado à noite. Ele tinha 66 anos, era médico e não resistiu aos ferimentos sofridos no incidente.Os investigadores da tragédia, que não puderam interrogar Bartha devido à gravidade de seu estado de saúde, analisam a possibilidade de que foi ele quem explodiu o imóvel como represália contra sua ex-esposa para impedir a execução da sentença de divórcio, quebeneficiava a mulher.A hipótese tomou força depois que ela declarou à Polícia que, pouco antes da explosão, o médico tinha enviado um e-mail no qual dizia: "Sempre te disse que só deixarei a casa quando morrer".Pelo mens cinco civis e cinco bombeiros ficaram feridos na explosão e na queda do imóvel, localizado no bairro de Manhattan, na área conhecida como Upper East Side.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.