Homem usa áudio para induzir enteado a matar o irmão

Um homem confessou ter tocado uma fita de áudio enquanto o enteado de 10 anos dormia, para levá-lo a matar o irmão de quatro anos. A polícia disse que Donald Winniewicz, de 36 anos, admitiu ter feito a gravação e tê-la tocado uma vez, enquanto o menino mais velho tentava dormir. A esposa, Nancy, encontrou a fita numa gaveta e ouviu seu conteúdo - a voz do marido mandando o menino mais velho estrangular ou sufocar o mais novo, que é filho do casal. Ela fez uma cópia da fita, que entregou à polícia. Nancy disse às autoridades que o garoto havia se queixado de ouvir vozes durante o sono.Donald Winniewicz foi acusado de solicitação criminosa para cometer homicídio, pôr o bem-estar de um menor em risco e corrupção de menores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.