Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Homens armados atacam embaixada de Israel na Mauritânia

Cinco pessoas teriam ficado feridas no tiroteio, que acontece após manifestações anti-Israel

Efe, NUAKCHOTT

01 de fevereiro de 2008 | 21h21

NUAKCHOTT - Pelo menos cinco pessoas ficaram feridas em um ataque cometido na madrugada desta sexta-feira, 1º, contra a Embaixada de Israel em Nuakchott, na Mauritânia.

O ataque contra a representação diplomática israelense foi cometido por seis homens armados. Segundo relatos de testemunhas, eles teriam chegado em um veículo, estacionado em uma discoteca próxima e começado a atirar.

Os guardas da embaixada revidaram ao ataque. Os militantes teriam gritado "Alá é grande" e depois fugido.

Uma mulher de nacionalidade francesa estaria entre os feridos.

Fontes da segurança mauritanas afirmaram que outro veículo que pode ter sido usado no ato foi abandonado no local, que permanece isolado pela polícia.

O ataque contra a representação israelense, que, por enquanto não foi reivindicado por nenhum grupo, ocorre depois que vários partidos políticos mauritanos expressaram seu desejo de que a Mauritânia corte relações diplomáticas com Israel.

A segurança interna da Mauritânia tem causado preocupação após a realização de ataques terroristas atribuídos à chamada Al-Qaeda no Magreb Islâmico, o antigo Grupo Salafista para a Pregação e o Combate, que atuava inicialmente na Argélia.

Recentemente, o Rali Dacar foi suspenso depois que os serviços de inteligência franceses alertaram para o risco da realização de atentados contra os participantes da prova, que tem várias etapas no território do país.

O governo da Mauritânia lamentou a decisão dos organizadores da prova esportiva, e afirmou que os últimos assassinatos registrados em seu território foram "casos isolados".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.