Homens armados invadem Parlamento na Crimeia

Dezenas de homens armados invadiram e tomaram o controle hoje do Parlamento e dos escritórios do governo local da república autônoma da Crimeia, no sul da Ucrânia. Após a invasão, a bandeira ucraniana do Parlamento foi substituída por uma da Rússia.

Agência Estado

27 de fevereiro de 2014 | 08h21

A invasão marca o aumento das tensões na região, que é etnicamente dominada por russos e virou o centro da reação contra manifestantes pró-Ocidente que derrubaram Viktor Yanukovich da presidência da Ucrânia no último sábado.

Em mensagem publicada no Facebook, o ministro interino do Interior do país, Arsen Avakov, disse que os militares e polícia ucranianos foram colocados em estado de alerta.

A ocupação veio um dia depois de um confronto ocorrido em frente ao prédio do Parlamento entre milhares de manifestantes pró-Rússia e tártaros da Crimeia, que deram amplo apoio ao movimento que levou à deposição de Yanukovich.

Alguns radicais russos que vivem na Crimeia, uma península do Mar Negro que pertenceu à Rússia até 1954 e abriga uma frota naval russa, exigem que a região autônoma se separe definitivamente da Ucrânia ou volte a fazer parte do território russo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
UcrâniaCrimeiaParlamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.