Homens armados matam 10 em ataque a mesquita de Bagdá

Pelo menos dez iraquianos morreram nesta quarta-feira e outros onze ficaram feridos em um ataque cometido por um grupo de homens armados a uma mesquita no bairro de Al-Hurriya, em Bagdá, segundo fontes da polícia. As fontes disseram que vários homens armados, e que estavam em vários veículos, atiraram contra uma mesquita do bairro, pouco depois do "iftar", momento em que os muçulmanos quebram o jejum no mês do Ramadã. O ataque ocorreu em uma região sunita, que se encontra dentro deste bairro de maioria xiita. Na semana passada, nesta mesma região, milicianos do Exército Mehdi mataram três iraquianos sunitas, atacaram duas mesquitas e queimaram várias casas habitadas por sunitas, após expulsar seus inquilinos. Violência sectáriaDesde 22 de fevereiro, quando foi realizado atentado contra uma mesquita xiita na cidade de Samarra, uma onda de violência sectária vem tomando conta do país, tirando a vida de milhares de pessoas.Pelo menos 23 pessoas morreram em uma escalada de violência no Iraque nesta quarta-feira. Foram também descobertos corpos mutilados de 15 aparentes vítimas de esquadrões de mortes. Dois soldados iraquianos também foram mortos quando pessoas não identificas abriram fogo neles de dentro do carro em uma área sulista de Kirkuk.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.