Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Honduras ameaça tirar status da embaixada do Brasil

Ameaça é parte do ultimato dado pelo governo de facto, que cobra posição sobre condição de Zelaya

estadão.com.br,

27 de setembro de 2009 | 20h21

O regime de facto de Honduras ameaçou revogar as credenciais diplomáticas do Brasil por ter abrigado o presidente deposto Manuel Zelaya em sua embaixada. "Se o status de Zelaya não for definido em dez dias, a embaixada vai perder sua condição diplomática", disse Carlos Lopez Contreras, ministro de facto das Relações Exteriores em entrevista à imprensa neste domingo, 27. "Por cortesia, uma invasão do local não está sendo considerada", acrescentou Contreras.

 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva rejeitou o ultimato dado pelo governo de facto de Honduras para que o Brasil defina em dez dias o status de Zelaya. Em um comunicado emitido na noite de sábado, o governo que está no poder desde o golpe de 28 de junho afirmou que tomará "medidas adicionais" caso o Brasil não defina o status de Zelaya, sem especificar, no entanto, que medidas seriam essas.

 

 

 

Veja Também

linkBrasil rejeita ultimato para definir situação de Zelaya

linkGoverno de facto impede chegada diplomatas da OEA

lista Ficha técnica: Honduras, pobre e dependente dos EUA

lista Eleito pela direita, Zelaya fez governo à esquerda

especialCronologia do golpe de Estado em Honduras

especialEntenda a origem da crise política em Honduras

mais imagens Veja galeria de imagens do retorno

video TV Estadão: Jornalistas do 'Estado' discutem impasse

video TV Estadão: Ex-embaixador comenta caso Zelaya

 

Com informações de Regina Cardeal, da Agência Estado e da BBC Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.