Hondurenhos fazem protesto em universidade

Cerca de 500 pessoas se aglomeravam em frente à Universidade Pedagógica Nacional em Tegucigalpa, em Honduras. No final da manhã, a polícia advertiu os líderes do movimento em favor da restituição do presidente deposto Manoel Zelaya a se dispersarem.

DENISE CHRISPIM MARIN, Agencia Estado

28 de setembro de 2009 | 13h15

A tropa de choque já estava posicionada a uma distância de cerca de 30 metros da aglomeração, munidos de um caminhão com jatos d''água. Os lideres do protesto avaliavam se iam manter a manifestação, que deveria se deslocar até a Universidade Autônoma de Honduras. O Exército colocou suas tropas nos principais pontos da cidade e nas redondezas da Universidade Pedagógica.

Tudo o que sabemos sobre:
HondurasprotestoPolíciauniversidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.