Hong Kong confirma novo caso de gripe aviária

Mulher com 59 anos é o primeiro caso da doença após sete anos; governo aumentou alerta para o país

AP

18 de novembro de 2010 | 03h19

HONG KONG - Hong Kong confirmou o primeiro caso humano da gripe aviária, após sete anos. O secretário de Saúde, York Chow, disse no final da quarta-feira, 17, que uma mulher de 59 anos teve a confirmação de que tem o vírus H5N1, gripe aviária, após retornar para Hong Kong, da China continental, e está em estado grave em um hospital local.

Com o anúncio, o governo alterou o alerta de gripe aviária para 'séria', significando que o risco de contração da doença pode atingir todo o território

Chow disse que as autoridades de Hong Kong vão se reunir nesta quinta-feira, 18, quando serão determinados quais medidas serão necessárias para proteger os moradores.

A gripe aviária teve o primeiro caso em Hong Kong, em 1997. Seis pessoas morrera e várias aves foram sacrificadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.