Hong Kong propõe sanções mais rígidas para evitar Sars

O governo de Hong Kong propôs nestesábado a imposição de multas mais altas e outras sanções apessoas que reincidam em práticas contra a salubridade. A proposta foi apresentada semanasdepois de a Sars ter sido erradicada do território.O secretário de governo Donald Tsang disse que emdezembro a administração de Hong Kong começará uma consulta aopúblico para avaliar uma proposta de proibição à venda e criação de algumas aves para evitar problemas similares a umadoença que deixou seis mortos no território em 1997. A Sars matou 299 pessoas em Hong Kong, mas não foi relacionadacom frangos. Em Cingapura, o governo local aproveitou a 38ª comemoração dadata nacional para festejar a erradicação da Sars, apesar de aspreocupações com ações extremistas e o crescente desempregotenham atrapalhado um pouco a festa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.