Hospitais do Iraque confirmam 33 mortes pelo país

Bombas em Bagdá mataram seis pessoas neste sábado, um dia que terminou com pelo menos 33 mortos por todo o Iraque, segundo funcionários do governo. À noite, uma bomba em uma bicicleta na parte de fora de uma mesquita sunita matou três fiéis e deixou oito feridos, na mesquita Omer Bin Abdul Aziz, ao norte de Bagdá, de acordo com a polícia.

Agência Estado

27 de agosto de 2011 | 20h27

Meia hora depois, três policiais morreram enquanto investigavam uma explosão ocorrida no bairro cristão de al-Ghadeer, no leste da capital, segundo funcionários. Uma segunda bomba os matou. Oito pessoas se feriram nas explosões.

As mortes foram confirmadas por hospitais de Bagdá, que pediram anonimato. Além disso, duas explosões em Mossul, no norte do país, deixaram 15 feridos, incluindo nove soldados e um policial.

O pior incidente, porém, foi um acidente de trânsito. Um ônibus colidiu com um carro no norte do país, matando 24 pessoas no veículo maior e três no automóvel. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraquemortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.