Hospital do Egito nega que Mubarak esteja em coma

O chefe do hospital localizado no resort Sharm el-Sheikh negou que o ex-presidente do Egito Hosni Mubarak esteja em coma, como foi informado pela TV estatal e reproduzidas pela agência Dow Jones. Mais cedo, o advogado do ex-ditador, Farid el-Deeb, tinha dito à TV que seu cliente estava "em coma profundo, depois que sua saúde se deteriorou repentinamente". De acordo com a Associated Press, Assem Azzam, chefe da equipe que supervisiona a saúde Mubarak negou também que ele tenha sofrido um acidente vascular cerebral (AVC) como foi noticiado por algumas agências.

AE, Agência Estado

17 de julho de 2011 | 15h44

De acordo com Azzam, Mubarak, de 83 anos, sofreu uma queda repentina de pressão, sentiu tontura, mas agora sua condição é estável. O ex-presidente do Egito está internado num hospital no resort de Sharm el-Sheikh, na região do Mar Vermelho, desde abril por causa de problemas cardíacos. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Egitoex-presidenteMubarakcomaTV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.