Hotel de militares dos EUA sofre atentado em Bagdá

O hotel onde militares e funcionários civis americanos vivem em Bagdá foi atingido por mísseis de pequeno porte na manhã deste sábado. O atentado não deixou vítimas e causou danos considerados pequenos ao hotel Al-Rashid. O ataque ao hotel aconteceu horas depois que soldados dos EUA mataram ao menos dois iraquianos em Faluja, a oeste da capital do país. O Al-Rashid é muito bem protegido pelas forças da coalizão. É lá que, além de dormirem, os comandantes militares americanos dão suas entrevistas coletivas.

Agencia Estado,

27 Setembro 2003 | 08h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.