HRW diz que Gaza violou leis em ofensiva contra Israel

O Observatório Human Rights Watch (HRW) afirmou que militantes de Gaza violaram leis da guerra com o lançamento de centenas de foguetes na direção de civis em Israel durante os conflitos ocorridos no mês passado.

AE, Agência Estado

24 de dezembro de 2012 | 13h44

O Exército de Israel disse que 1.500 foguetes foram lançados em direção ao país durante a ofensiva de oito dias contra militantes da Faixa de Gaza. Os ataques em Israel mataram três civis e feriram dezenas. Já em Gaza, 169 palestinos foram mortos com a ofensiva dos israelenses.

A ativista Sarah Leah Whitson afirmou nesta segunda-feira, em relatório, que "grupos armados palestinos deixaram claro em seus depoimentos que seu objetivo era ferir civis".

Na semana passada, o grupo afirmou que Israel violou leis da guerra na mesma ofensiva, quando atacou jornalistas em Gaza. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
GazaIsraelleis da guerra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.