Hugo Chávez pede respeito às normas eleitorais

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, pediu hoje a todos os setores do país para que respeitem as normas estabelecidas pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE) para garantir o normal desenvolvimento do processo de coleta de assinaturas em apoio aos referendos contra o mandatário e 38 deputados opositores."Espero que todos os setores envolvidos respeitem as normas", disse Chávez durante um discurso feito em cadeia nacional de rádio e televisão de um hotel da capital. Chávez aproveitou para voltar a acusar as redes privadas de televisão, sem citar nomes, de terem violado esta semana normas sobre propaganda eleitoral aprovadas no último dia 14 pela CNE.A autoridade eleitoral fixou uma série de normas para regular o tempo de duração diária das propagandas nos meios de comunicação e evitar campanhas de descrédito entre os lados. O oficialismo realizará entre 21 e 24 próximos uma coleta de assinaturas em apoio aos referendos revogatórios de 38 deputados da oposição. Da mesma forma, grupos opositores realizarão entre 28 de novembro e 1º de dezembro a coleta de assinaturas em apoio ao referendo sobre o fim do mandato de Chávez.Hoje, um tribunal venezuelano ordenou a detenção preventiva de três militares rebeldes por sua participação nos ataques com explosivos ocorridos em fevereiro passado nas sedes diplomáticas da Espanha e Colômbia. Os acusados são: general da reserva Felipe Rodríguez; e os tenentes Germán Valera e José Colina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.